Metodologia

 Home / Metodologia

Método Stella Garrafa

A característica básica do método reside no trabalho de desbloqueio de ideias, a fim de se obter dos participantes a liberdade de expressão, na medida em que se oferecem recursos e subsídios para o conhecimento da linguagem escrita.

 

Trata-se de um método indutivo, ou seja, um trajeto de aprendizado que tem início na frase para chegar à composição final de um texto. A cada etapa desta técnica, os redatores adquirem a bagagem indispensável para se livrarem das inibições dos estereótipos de clichês, ou da insegurança de todos aqueles que querem se expressar com fluência, mas não sabem como vencer barreiras tão comuns, na complexa Língua Portuguesa.

 

Nosso Diferencial

Os redatores tomam conhecimento de roteiros com as diferentes modalidades frasais, com intuito de organizar o pensamento e transmitir informações, bem como se expressarem com clareza, sem a fragmentação do discurso, tão característica de muitos textos e relatórios. Simultaneamente, aprendem a dispor dos elementos constituintes da oração, acompanhados da respectiva pontuação; de forma prática, pontuam as frases em função do arranjo, ou desarranjo sintático da oração, utilizam de forma correta a vírgulas, segundo as leis da gramática.

 

As aulas introduzem-se por uma exposição teórica feita pelo professor a respeito do conteúdo da etapa e são seguidas de atividades ampliando a capacidade de compreender, refletir, julgar e comunicar-se. O professor expõe a proposta, sugere as orientações quanto ao domínio correto de cada roteiro frasal e, em seguida, enumera uma série de EVITES, eliminando da linguagem os vícios e defeitos, prejudiciais à composição do texto culto.

 

Estrutura da língua portuguesa

Com a aquisição das estruturas frasais e a consequente pontuação, os alunos passam a conhecer, nas etapas seguintes, os tipos de parágrafos para dispô-los na produção escrita. A seguir, recebem as orientações quanto à conexão desses parágrafos, diferenciando a coesão e coerência textual. As fases desse processo facilitam, assim, a utilização de elos necessários para que ideias se liguem com o devido rigor, e o texto escrito não resulte em amontoados de pensamentos soltos e desvinculados.

A Evolução do Redator no Domínio Técnico-Redacional

 

  • 1ª ETAPA
  • 1. bloqueio do raciocínio
  • 2. predomínio da verbalização
  • 3. presença da subordinação
  • 4. fragmentação do discurso
  • 5. análise do pensamento e imaturidade linguística
  • 6. pobreza vocabular e discurso redundante
  • 7. desarticulação sintática
  • 8. utilização de códigos abertos
  • 9. abuso de clichês, estereotipias e coloquialismos
  • 10. falta de elementos persuasivos, desmotivando o leitor

 

  • 2ª ETAPA
  • 1. expressão escrita como produto do raciocínio
  • 2. predomínio da nominalização
  • 3. presença das reduzidas e coordenadas
  • 4. concisão linguística
  • 5. síntese do pensamento e maturidade na linguagem
  • 6. variedade e precisão vocabular
  • 7. aquisição da sintaxe frasal
  • 8. emprego de respostas uniformes
  • 9. domínio da norma culta
  • 10. criação de formas expressivas, atraindo o leitor